Como preparação para a 1ª fase do XXI Exame de Ordem?

Rate this post

Como preparação para a 1ª fase do XXI Exame de Ordem?

Como preparação para a 1ª fase do XXI Exame de Ordem? Você talvez vocês hoje tenham acordado pensado: “será  Que devo estudar para a OAB hoje!”.

Tem dias que acordamos desmotivado ne?  mas a necessidade de estudar, gostando ou não dela, é bem real pois para passar no exame da OAB temos que ter foco e disciplina concordar?. Em algum momento será necessário respirar fundo e começar de fato a encarar a preparação que e muito corrido mais vai valer apena pode acreditar.

Mas e agora como dar início aos estudos para exame da OAB? Como se preparar para estudar?

Esse e uma  perguntas de muitos, em especial, quem está há muito tempo sem estudar ou com pouco tempo, ou, também, quem ainda está na faculdade e não tem ainda a noção do melhor caminho a seguir.

E agora por onde começar a estudar? Vamos traçar alguns passos simples sobre este tema, e ao longo dos do artigo iremos desmembrá-lo em mais detalhes.

Certo  mais O que fazer então?

1 – Quem quer começar precisa primeiro se organizar

Não é possível escolher um caminho sem antes ter ciência de onde se está e se programar e dar inicio ao ponto de partida. E isso tem implicações sérias no processo de estudo se você não tiver um cronograma de estudos ( clique aqui para baixar o seu cronograma de estudos agora ) .

Logo, é preciso pegar umas duas provas anteriores e resolvê-las assim, na cara e na coragem, para ver o quanto se está preparado para a OAB.

XIX Exame de Ordem

Prova

Gabarito

XX Exame de Ordem

As duas provas acima, as mais recentes, representam os melhores parâmetros para vocês estabelecerem uma auto-avaliação. Isso porque ambas têm um grau de dificuldade similar e representam também, digamos, a nova linha de formulação da prova, em consonância com a visão da atual coordenação do Exame. É muito provável termos o mesmo padrão repetido no XXI.

Lembrando, claro, que a prova do XIX foi formulada ainda sob as regras do antigo CPC. Ou seja, as questões de Processo Civil e Processo do Trabalho precisam ser vistas com cautela.

Se você ainda não está familiarizado com o Novo CPC ( Clique aqui e assista o vídeo que explica tudo )  ou mesmo quem está, deveria adquirir uma boa obra para se situar:

( Clique aqui e assista o vídeo que explica tudo )

O Diálogos sobre o Novo CPC é uma obra com linguagem objetiva e esquematizada, com muitas tabelas e fluxogramas que facilita a compreensão do leitor sobre as principais mudanças do Novo CPC. Uma obra feita para o estudante se atualizar sobre nova lei processual de maneira rápida, eficiente.

Veja mais sobre o Novo CPC

E Uma linguagem acessível, informação objetiva e abrangente! O material foi especialmente pensado para quem quer entender rapidamente todos os detalhes da nova processualística!

Descomplicando Processo Civil

É sempre bom ter um material  sobre o Novo CPC a mão para consultas e estudo.

Se você ainda não tem ( Clique aqui para acessa um site completo com os detalhes sobre o Novo CPC )

Depois de resolver essas provas, vejam quantos pontos vocês fez. Não se surpreendam se o desempenho for ruim menos de 25 pontos. Isso é normal para quem está iniciando os estudos e não tem familiaridade com a prova objetiva da OAB.

Não desanime se seu resultado for ruim isso e normal para um inicia

2 – Uma vez situado, é preciso dar o primeiro passo: adquirir as fontes de estudo!

( SE você ainda não tem um fonte de estudos aqui e tenha e garanta já a sua )

Depois de “sentir” o atual estado de preparação, o candidato vai se conscientizar da necessidade de estudar e de se adaptar à lógica do Exame da OAB. Chega então o momento de definir as fontes de estudo!

  • O material para estudar tem que Ser atualizado;

2 – Abranger o conteúdo da prova;

3 – Ter sido editado, ou seja, passado pela criação e revisão de especialistas qualificado.

Ser atualizado é importante! A legislação pátria muda o tempo todo e você não pode estudar matéria antigo. Estamos cheios de novidades, como, por exemplo, o estatuto da pessoa com deficiência, que mudou uma pá de coisas importantes no Direito Civil, afora o advento do futuro CPC.

para estudar por ele. Não há tempo suficiente para isto. O material (livros ou aulas) precisa ser específicos e voltados para a OAB, e, claro, serem completos para quem busca estudar.

E ter a mão dos especialistas em prearação para a OAB é fundamental! O mercado está cheio de conteúdo neste sentido, mas uns são melhores comparados com outros. Muita gente olha para o mercado e quer tirar uma casquinha dele – algo absolutamente legítimo – mas nem todos têm a mesma expertise ou o mesmo preparo. Umas aulas e livros são melhores do que outras.

E o que é necessário neste processo? Recomendo o seguinte:

Eu indico, claro, os cursos Formula OAB se ainda não conhece este curso Clique aqui para conhecer o curso formula OAB:

 

Curso Teórico para o XXI Exame de Ordem ( Clique aqui e confira )

Curso de Resolução de Questões para o XXI Exame de Ordem  ( Clique aqui e confira )

Combo do Curso Teórico + Curso de Questões  ( Clique aqui e confira )

3 – Hora de definir a metodologia de estudo

Vamos considerar que Exame de Ordem NÃO é concurso público. O Exame tem dinâmica própria, e ignorá-la atrapalha o desenvolvimento dos estudos e o desempenho final e isso não e bom pois já tomou muito de seu tempo concorda?.

E aqui ressalto dois pontos interessantes para você.

O Estudo para o Exame de Ordem pode ser estruturado da seguinte forma, sem, no entanto, pretender excluir nenhum outro ou considerar este como o melhor:

Ponto 1

Leitura da doutrina e/ou acompanhamento de uma aula seguida da leitura SIMULTÂNEA ou logo POSTERIOR da legislação correlata na medida da evolução da leitura ou aula (na aula online o aluno pode parar a aula, ler o que quiser, e depois continuar do ponto onde parou. Isso representa uma imensa vantagem em termos de estudo que a aula presencial ou satelitária não podem acompanhar). Aqui o candidato estabelece os vínculos entre os conceitos, teorias e a norma.

Temos de enfatizar um ponto relevante. As questões do Exame, em larga medida, exigem dos candidatos dois aspectos fundamentais: a memorização e o raciocínio.

Memorização porque grande parte da prova faz menção ao texto da Lei, enquanto outra parte, em menor proporção, exige uma resposta a partir do conhecimento da Lei aplicado a um problema hipotético proposto. Só estudar pela lei seca não propicia ao candidato de forma, mais rápida, a compreensão dos institutos jurídicos como um todo. Neste ponto, para ajudar na compreensão do conteúdo normativo, a leitura simultânea da doutrina (no caso, adaptada ao estudo do Exame de Ordem) faz-se necessário.

Não é só memorizar! Esse é um processo pobre de estudo. Trata-se de compreender o que está estudando. E, na hora de resolver uma prova, quem compreende geralmente vai bem melhor comparando com quem somente decora.

Essa é a razão para a leitura da doutrina e da Lei de forma simultânea;

Ponto 2

Elaboração pequenos resumos ao término de cada tópico do livro que está sendo estudado ou da aula que acabou de ser assistida. A elaboração de resumos, feitos DE CABEÇA, não só ajuda a delimitar o que não foi apreendido com a leitura inicial, como é uma importantíssima etapa de fixação do conteúdo. Se você lembra o conteúdo, ao menos naquele momento, está fixado;

Ponto 3

Revisão do conteúdo estudado dentro de um período em específico, uma vez por semana, por exemplo. Essa medida atende à preocupação em se avançar no estudo do conteúdo sem perder a informações previamente estudadas. Ou seja, avançar nos estudos sem esquecer o que ficou para trás. Esta medida é basilar.

Todo estudante almeja a chamada “memória profunda”, ou a fixação definitiva de uma informação em sua memória. Tal processo não acontece por milagre, uso de técnicas mirabolantes ou sistemas mágicos. É preciso ler, compreender, reforçar o conteúdo e disponibilizá-lo com constância, seja dando aulas (para si mesmo até), elaborando resumos sem efetuar nenhuma consulta ou resolvendo exercícios.

A revisão tem o fito de evocar um conteúdo anteriormente estudado e reforçar sua fixação no cérebro.

Vou repetir: isso é FUN-DA-MEN-TAL. A informação deve ser trabalhada com constância para se estabelecer os processos de compreensão e memorização. Sem milagres, técnicas mirabolantes ou revolucionárias.

Cronograma de Estudos para ao XXI Exame de Ordem

Ponto 4

A resolução de exercícios é a última etapa desse processo e ela é muito importante. Primeiro porque ela se enquadra como um processo ao mesmo tempo de revisão do conteúdo, de desafio ao raciocínio, em razão da adaptação do conhecimento a um problema hipotético, ajudando no desembaraço mental, como também representa uma etapa de adaptação ao sistema de enunciado da banca, e tal adaptação é VITAL!

Notem que o processo de estudo não pode ser trabalhado de forma estanque: o candidato deve se inteirar da doutrina, confrontá-la com a lei, elaborar resumos e resolver exercícios. Essas etapas, distintas entre si, mas consideradas como um processo global, certamente produzirão ótimos resultados como método de aprendizagem.

Não incorram no erro de optar por apenas uma dessas abordagens em detrimento das demais. Pode ser que um candidato tenha sido aprovado apenas escolhendo uma sistemática, mas é muito provável que isso represente uma exceção, e não a regra.

Não existem técnicas milagrosas ou sistemas de estudo rápido. Estudar é um processo complexo que sempre demandou e sempre demandará tempo. Não existe almoço grátis.

4 – Disciplina é fundamental! Tenha foco que o sucesso será garantido.

Te  indico a ver este vídeo onde o Advogado  Marcelo produtor do curso A Fórmula OAB  ( Clique aqui para ver o vídeo agora!! )

A Fórmula OAB  é o único método Passo a Passo para você destruir o Exame de Ordem: – Sem estudar como um maluco; –

Sem perder tempo com doutrinas e aulas chatas; –

Focando em 5 matérias estratégicas; – E Mesmo que você não seja nenhum gênio do Direito! Esta solução (completa e definitiva) envolve:

( Clique aqui para acessar o site A Fórmula OAB  )

Leia também :

EXAME DA OAB – Estratégia de Questões para Passar na 1ª FASE |

Baixe Grátis Agora Mesmo o Cronograma  De Estudo Da Prova Da OAB para 2017